Não sou daqui, sou lá de fora!

Não sou daqui, sou lá de fora!

 

  • Somente os que despertam para a realidade da vida, empenham-se em utilizar com responsabilidade e coerência o tempo de estadia na Estância Terrena. Em tempos de Renovação Planetária é necessário refletir sobre as questões que realmente queremos saber e entender. Desvendar um pouco mais o Mundo que nos abriga hoje, sem evidentemente, olvidar o Mundo que nos acolherá após a morte, são questões que deveriam despertar maior interesse.  
  •  
  • O medo da morte é o arquétipo de todos os medos. É como um conjunto de imagens psíquicas presentes no inconsciente coletivo. Seria a parte mais profunda do inconsciente humano e que insistimos em alimentar. Para muitos, ainda é chocante abordar a palavra morte mesmo sabendo da afirmativa -“Tudo que nasce, um dia morre”! 
  •